Última hora

Última hora

Cameron encerra congresso com confiança

Em leitura:

Cameron encerra congresso com confiança

Tamanho do texto Aa Aa

Confiança num futuro próspero mas existe um trilho difícil o alcançar, esta foi a tónica do discurso de David Cameron no encerramento do congresso anual dos conservadores britânicos.

Cameron, a quem as sondagens dão como futuro chefe de governo nas eleições do próximo ano, atacou os trabalhistas do actual primeiro-ministro, Gordon Brown. “Quem tornou os pobres mais pobres? Quem deixou mais elevado o desemprego entre os jovens? Quem aumentou as desigualdades? Não, não foram os perversos Tories. Vocês, foram vocês, trabalhistas. Foram vocês que fizeram isto a esta sociedade. Não se atrevam a dar lições sobre pobreza. Falharam e a herança cai sobre o partido conservador para ajudar os mais pobres neste país de hoje”, dizem. Os tories abandonaram o número 10 de Downing Street há 12 anos. Em caso de regresso fica, também, a garantia de uma nova abordagem britânica em relação à União Europeia. “Ora bem, aqui está um plano progressivo para a Europa. Vamos trabalhar em conjunto onde a União Europeia pode, de facto, ajudar, como combater as alterações climáticas, lutar contra a pobreza mundial e fomentar comercio livre e justo. Mas façamos regressar as políticas democráticas e responsáveis, poderes que a UE não deveria ter”, declarou. David Cameron está numa posição privilegiada para governar o Reino Unido mas sabe que terá um caminho sinuoso se agarrar a rédeas do país. Avisou que está pronto para realizar reformas, algumas impopulares, com o objectivo de reduzir o deficit público, travar a inflação e estimular o emprego.