Última hora

Última hora

Itália marcha contra a Homofobia

Em leitura:

Itália marcha contra a Homofobia

Tamanho do texto Aa Aa

Cinquenta mil pessoas manifestaram-se, em Roma, contra a homofobia, numa marcha convocada pelo movimento LGBT.

Um encontro que pretendeu despertar o interesse do governo para o aumento da violência contra gays, lésbicas, bissexuais e transgéneros, como explica a presidente do projecto Gay: “Lembramos a importância que uma campanha nacional pode ter na consciencialização desta matéria. Precisamos que este país ande para a frente no que diz respeito à homofobia e ao respeito pelos direitos dos cidadão, em geral”. A causa recolheu o apoio de algumas personalidades, como foi o caso da actriz italiana Maria Grazia Cucinotta. “Quando o amor é verdadeiro e sincero não há lugar para opções. Escolhe-se a pessoa que se ama, não o género” defendeu. Durante o encontro foi lida uma mensagem da ministra da Igualdade, onde firmou o apoio do Executivo na luta contra a intolerância e a discriminação. Olhando para os números, esta foi a maior manifestação do género, em Itália, a seguir à famosa Parada Gay.