Última hora

Última hora

41 mortos em atentado no Paquistão

Em leitura:

41 mortos em atentado no Paquistão

Tamanho do texto Aa Aa

Quarenta e cinco feridos e 41 mortos, sobretudo civis, é o resultado do atentado desta manhã, no Paquistão. Números que vieram aumentar o balanço dos ataques terroristas, no país. Pelo menos 2200 pessoas morreram, nos últimos dois anos, em atentados, cometidos, sobretudo, por kamikazes talibãs.

Segundo o exército, o ataque desta manhã foi provocado por um bombista-suicida de 13 ou 14 anos. O kamikaze fez-se explodir junto a uma coluna militar, que atravessava um posto de controlo na cidade de Alpuri, a poucos quilómetros do Vale de Swat. O exército paquistanês intensifica os combates nas zonas tribais do noroeste do país, perto da fronteira com o Afeganistão, onde prepara uma vasta ofensiva que o ministro do interior garante estar “iminente”. Este fim-de-semana, um ataque seguido de uma tomada de reféns no quartel-general do exército, em Rawalpindi, perto de Islamabad – uma das zonas sob vigilância mais apertada de todo o país – matou 23 pessoas. O ataque já foi reivindicado pelo Movimento dos Talibãs do Paquistão.