Última hora

Última hora

'Gays' norte-americanos pedem fim da lei "não pergunte, não conte"

Em leitura:

'Gays' norte-americanos pedem fim da lei "não pergunte, não conte"

Tamanho do texto Aa Aa

“Yes we can”. Palavra de ordem entoada por milhares de homossexuais em Washington. Na Marcha Nacional pela Igualdade, os manifestantes pedem a Barack Obama direitos iguais para todos e em todas as circunstâncias, do casamento às forças armadas.

“Estou aqui para encorajar o Presidente Obama a respeitar as promessas eleitorais – em nome da igualdade da minha família”; diz uma manifestante. Um homem acrescenta: “Estamos aqui para pressionar não apenas o presidente, mas também o Congresso e mesmo o Tribunal, para que alcancemos a igualdade.” A manifestação passou pela Casa Branca, mas também pelo Capitólio. Os homossexuais norte-americanos pedem, nomeadamente, a revogação da lei que os impede de assumirem a sua orientação sexual nas forças armadas, sob pena de serem expulsos. “Estou desencorajado mas guardo a esperança”, diz outro manifestante. “Penso que a lei do ‘não pergunte, não conte’ tem que acabar. Temos que deixar de expulsar pessoas das forças armadas por serem homossexuais. Obama pode fazer isso – e não o faz. Pode suspender a lei enquanto o congresso delibera.” Este sábado, Barack Obama voltou a afirmar que vai pôr fim à lei “não pergunte, não conte”. Uma promessa eleitoral para a qual não anunciou, contudo, qualquer data.