Última hora

Última hora

Irão continua a ser uma divergência na nova fase de relações EUA-Rússia

Em leitura:

Irão continua a ser uma divergência na nova fase de relações EUA-Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Limar as divergências para se concentrarem nas questões importantes, foi o que fizeram Hillary Clinton e Sergei Lavrov. Após o encontro, os responsáveis da diplomacia americana e russa garantiram um empenho mútuo em questões tão fundamentais como a renegociação do Tratado Start, de redução de armas estratégicas

Estados Unidos e Rússia estão dispostos a construir juntos o século XXI. Hillary Clinton diz acreditar, como o presidente Obama, que “a cooperação e a aceitação da partilha de responsabilidades são a base das relações do século XXI entre os Estados Unidos e a Rússia. Um exemplo disso é o trabalho que está a ser realizado pelos peritos no que respeita ao Acordo Start, para reduzir os arsenais nucleares, demonstrando a liderança das duas maiores potências nucleares do mundo.” A questão do nuclear iraniano esteve também na mesa das discussões. Washinton quer o apoio de Moscovo, se o diálogo com Teerão não avançar.Sergei Lavrov estima que a via diplomática ainda não foi esgotada: “Em princípio, somos muito prudentes em relação a sanções. Só muito raramente é que dão resultados. Embora haja situações em que são inevitáveis”. O processo de paz para o Médio Oriente e o novo projecto americano de escudo antimíssil foram igualmente discutidos pelos chefes da diplomacia. Nestes dois dias de visita à Rússia, a secretária de Estado norte-americana deverá ainda ser recebida pelo presidente Dimitri Medvedev na sua residência privada.