Última hora

Última hora

Resgatados todos os ocupantes da avioneta que amarou ao largo da Córsega

Em leitura:

Resgatados todos os ocupantes da avioneta que amarou ao largo da Córsega

Tamanho do texto Aa Aa

Um acidente aéreo com final feliz. Os seis ocupantes de um Cessna 210 que amarou ao largo da Córsega foram resgatados, depois de sobreviverem mais de cinco horas em águas bastante agitadas.

A avioneta registou um problema de motor uma hora depois de sair de Propriano em direcção a Cannes, no sul de França, o que obrigou a uma amaragem de emergência ao largo da praia de Porto. Um sobrevivente explica que o piloto teve uma actuação exemplar. Puseram todos “os coletes salva-vidas e desapertaram os cintos de segurança, para sair o mais rápido possível” do aparelho. “Mentalmente, o pior foi saber que estavam perto da costa, sem a puderem alcançar”. Outra diz que o Cessna “afundou rapidamente, a água entrou de imediato no cockpit e a avioneta afundou-se”. Os ocupantes do aparelho sofriam de hipotermia e encontram-se todos hospitalizados. Mas um médico diz que “o estado geral é bastante bom, tendo em conta que passaram várias horas no mar, com ondas de oito metros e uma temperatura baixa”. A noite e as condições agitadas das águas dificultaram as operações e as equipas de socorro não hesitam em falar de um “milagre”. As buscas envolveram vários aviões de reconhecimento, helicópteros e embarcações civis e militares.