Última hora

Última hora

Plano Obama vence nova etapa

Em leitura:

Plano Obama vence nova etapa

Tamanho do texto Aa Aa

Plano de Saúde de Barack Obama venceu mais uma batalha.

A votação na Comissão de Finanças do Senado, aconteceu esta quarta-feira. Feitas as contas, foi aprovado com 14 votos. Contra, votaram 9 senadores republicanos. Nunca os Estados Unidos tinham ido tão longe, na universalização do acesso aos cuidados públicos de saúde. A senadora republicana, Olympia Snowe, votou ao lado dos democratas, mas deixou um aviso: “O meu voto de hoje representa a minha opinião sobre o assunto, nesta data e não condiciona o meu voto no futuro. Esta proposta está ainda longe de corresponder às minhas expectativas. Mas não podemos virar as costas à história”. Obama garante que o plano vai combater as más práticas das indústrias seguradoras e não vai agravar o défice: “Mais importante ainda, esta decisão vai contribuir de uma forma importante, para a oferta de segurança àqueles que já têm o seu seguro e tem opções disponíveis para aqueles que não o têm. Controla também algumas práticas, as piores, da industria seguradora, como a negação da cobertura devido a circunstâncias pré-existentes. E, como a comissão do orçamento do congresso certificou, retardará o crescimento dos custos dos cuidados médicos e não adicionará um centavo ao défice” Fica a faltar agora a aprovação do plenário do Senado. Aí, são precisos 60 votos. Se passar, dá resposta a uma velha reclamação de 47 milhões de pessoas, desprotegidas pelo sistema de saúde. O primeiro plano, de Theodoro Roosevelt, foi chumbado pelo congresso, em 1912. O segundo, de Bill Clinton, foi recusado em 1994.