Última hora

Última hora

Acordo iminente para venda da Opel

Em leitura:

Acordo iminente para venda da Opel

Tamanho do texto Aa Aa

A General Motors está prestes a assinar com o grupo canadiano Magna a venda de 55% da Opel.

Este acordo é o culminar de várias semanas de negociações com os sindicatos. Os trabalhadores vão receber 10% da empresa em troca de várias concessões, já que a mudança de mãos da construtora automóvel deve implicar a perda de vários milhares de empregos. Os trabalhadores da Vauxhall, a filial britânica, que emprega 5500 pessoas, chegaram a acordo sobre estas concessões. Uma das fábricas com mais problemas é a de Antuérpia, na Bélgica, que corre risco de fechar. Aqui, houve um acordo para cortar mais de 20 milhões de euros em custos. A Opel tem fábricas espalhadas pela Europa, mas a Alemanha é o país onde está concentrada a maior parte da força de trabalho, com 50.000 empregados, divididos por quatro fábricas. Em Espanha, o grupo tem uma fábrica, em Saragoça, onde podem ser perdidos mais de 1600 dos actuais 7500 empregos. As negociações continuam, entre a administração e os sindicatos, para tentar encontrar uma solução.