Última hora

Última hora

Itália nega pagamentos a talibãs

Em leitura:

Itália nega pagamentos a talibãs

Tamanho do texto Aa Aa

O governo italiano vai processar o jornal britânico The Times. O executivo dirigido por Silvio Berlusconi negou a notícia avançada pelo diário esta quinta-feira, segundo a qual os serviços secretos transalpinos tinham comprado a paz numa área sob sua responsabilidade no Afeganistão e não tinham transmitido a informação aos aliados franceses, o que teria custado a vida a dez soldados.

Para o ministro italiano da Defesa “a notícia do suborno de talibãs para evitar ataques é, antes do mais, ofensiva para os mortos e feridos italianos no Afeganistão.” Ignazio La Russa afirmou perante os jornalistas que nem o ministério da Defesa, nem nenhum corpo ou instituição dependente do governo agiu da forma descrita pelo The Times. Em Paris, os militares franceses afirmaram não terem razões para acreditar na notícia avançada pelo jornal. O almirante Prazuk afirmou que não é a primeira vez que se ouvem este tipo de rumores. O porta-voz do Estado Maior das Forças Armadas explicou que “entre os militares franceses, turcos e italianos as informações eram trocadas com toda a transparência e num clima de confiança.” A manchete do The Times refere-se ao mais grave incidente militar francês nas duas últimas décadas. Um mês depois de substituir o contigente italiano no sector de Saroubi, a leste de Cabul, uma coluna de sessenta homens foi atacado por um grupo estimado em 170 insurgentes.