Última hora

Última hora

Combates contra Talibãs do Waziristão do Sul levam a fuga de 150 mil habitantes do território

Em leitura:

Combates contra Talibãs do Waziristão do Sul levam a fuga de 150 mil habitantes do território

Tamanho do texto Aa Aa

Nas últimas semanas, o Paquistão tem sido abalado por uma série de atentados de radicais islâmicos.

As autoridades aribuem este aumento de ataques à ofensiva militar em curso contra os bastiões talibãs da província do Waziristão do Sul, no noroeste do país. O exército acusa os talibãs de serem responsáveis por uma onda de atentados que fizeram cerca de 2.300 mortos, em pouco mais de dois anos. O novo líder rebelde Hakimullah Meshud controla perto de dez mil combatentes na zona e promete mais violência Nos últimos meses, os combates no Waziristão do Sul já conduziram à fuga de perto de 150 mil residentes do território. As autoridades afirmam que esse número pode ainda aumentar para 200 mil. A incapacidade do Governo paquistanês proteger os habitantes daquela zona tem levado a que muitos se virem para os Tabilãs em busca de apoio.