Última hora

Última hora

Grandes construtoras ocidentais ausentes do salão automóvel japonês

Em leitura:

Grandes construtoras ocidentais ausentes do salão automóvel japonês

Tamanho do texto Aa Aa

Considerado um dos cinco maiores salões de automóvel do mundo, o Tóquio Motor Show deste ano reflecte a perda de importância do mercado automóvel nipónico. Os grandes construtores europeus e norte-americanos optaram por não comparecer no evento bienal. Da Europa, apenas três marcas marcaram presença, onde se incluem a Lotus e a Alpina.

O porta-voz da Nissan explica as ausências. “Com a economia mundial em queda, é muito dispendioso participar em exibições noutro continente. Depois existe o facto dos construtores racionarem esforços entre os mercados japonês, chinês e americano”, referiu. A expectativa de que a China se prepara para se tornar no maior mercado automóvel mundial, depois de ter destronado o Japão do segundo lugar, é um dos motivos apontados. Pela primeira vez em 45 anos verifica-se a ausência dos principais construtores estrangeiros do salão. O mercado nipónico pode registar este ano o menor número de vendas em 3 décadas.