Última hora

Última hora

UE fixa objectivos ambiciosos para as discussões na cimeira de Copenhaga

Em leitura:

UE fixa objectivos ambiciosos para as discussões na cimeira de Copenhaga

Tamanho do texto Aa Aa

A cimeira de Copenhaga sobre o ambiente está a caminho do fracasso? A União Europeia tenta mostrar que não.

Os ministros do Ambiente dos Vinte e Sete querem incluir as emissões poluentes dos aviões e navios no acordo que vai substituir o protocolo de Quioto, a partir de 2012. A UE quer reduzir, na próxima década, 10% das emissões do transporte aéreo e 20% das produzidas pelo tráfego marítimo. Andreas Carlgren, ministro sueco do Ambiente, explica também que chegaram a um “acordo de redução das emissões gerais de CO2 entre 80 e 95% até 2050 em comparação com os níveis de 1990”. Os objectivos são ambiciosos para tentar apagar o cepticismo e mal-estar criado pelo fracasso da reunião dos ministros europeus das Finanças, dedicada às ajudas aos países pobres para lutar contra as mudanças climáticas. Nove países do Leste europeu recusam que as contribuições sejam iguais e exigem que sejam tidas em consideração as respectivas situações financeiras. Sigmar Gabriel, ministro alemão cessante do Ambiente, afirma que “uma das possibilidades é clarificar os aspectos financeiros, mas não conseguiram chegar a um acordo.” A ajuda aos países pobres será um dos pontos centrais da cimeira de Copenhaga em Dezembro. A Comissão Europeia propôs que a União mobilize 15 mil milhões de euros anuais até 2020. Mas a ausência de um acordo europeu é para a Greenpeace um sinal do eventual fracasso das discussões em Copenhaga.