Última hora

Última hora

Militares paquistaneses avançam sobre bastião talibã

Em leitura:

Militares paquistaneses avançam sobre bastião talibã

Tamanho do texto Aa Aa

O Paquistão acusou a Índia de financiar a vaga de atentados no país, num momento em que o exército prossegue a ofensiva na região tribal do Waziristão do Sul.

Os militares tentam atingir a localidade de Kotkai, bastião dos talibã paquistaneses, onde o terreno acidentado e as montanhas escarpadas dificultam o avanço das tropas. Os comandos militares admitiram ontem pela primeira vez que a operação poderá durar vários meses. O ministro do Interior paquistanês acusou ontem a Índia de estar por detrás da vaga de atentados que já matou mais de 170 pessoas no país nas últimas semanas. Um dia depois de dois atentados suicidas terem morto seis pessoas na universidade de Islamabad, as autoridades decidiram encerrar os estabelecimentos de ensino do país como medida de segurança. Duzentas pessoas manifestaram-se ontem em Karachi acusando o governo de ser culpado pela onda de atentados, ao aliar-se aos Estados Unidos. O governo paquistanês pediu ontem à NATO que sele a fronteira com o Afeganistão para impedir a entrada de guerrilheiros talibãs.