Última hora

Última hora

Polanski poderá aceitar a extradição para os Estados Unidos

Em leitura:

Polanski poderá aceitar a extradição para os Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

Roman Polanski poderá aceitar ser extraditado para os Estados Unidos, caso a Suíça continue a rejeitar os pedidos de liberdade condicional.

A informação foi avançada pelos advogados do realizador, detido há quase um mês em Zurique por abuso de uma menor em 1977. A justiça suíça reconheceu hoje ter prevenido as autoridades norte-americanas, cinco dias antes da chegada de Polanski ao território. O porta-voz do governo helvético afirma que, “o país pretendia assim confirmar que o mandado de captura contra Polanski permanecia em vigor. Dois dias depois foi-nos pedido que o detivessemos para proceder à sua extradição”. Até hoje o governo suíço deixara entender que teriam sido os norte-americanos os únicos a tomar a iniciativa de capturar Polanski, que possui uma casa desde há vários anos no centro do país. O caso está a gerar um vivo debate na Suíça onde algumas vozes acusam o governo de utilizar a captura do realizador para dissipar a tensão com a justiça norte-americana. O banco suíço UBS tinha sido forçado a fornecer a Washington os nomes de milhares de clientes acusados de fuga fiscal nos Estados Unidos.