Última hora

Última hora

Washington pede extradição de cineasta franco-polaco

Em leitura:

Washington pede extradição de cineasta franco-polaco

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos pedem a extradição de Roman Polanski.

O pedido formal foi enviado para Zurique onde se encontra detido o realizador franco-polaco, desde finais de Setembro. Depois de notificado o cineasta vai ter de dar uma resposta, que segundo a defesa deve ser negativa. Polanski foi detido por abuso de uma menor há mais de trinta anos. Em fuga desde 1978, o cineasta foi preso quando chegou a Zurique onde se preparava para receber um prémio num festival de cinema. A entrega do pedido já foi confirmada por um porta- voz da justiça suíça na sequência de um mandato de captura emitido pelo tribunal de Los Angeles em 1978, acrescentando, que o mandato foi emitido porque o realizador não compareceu perante a justiça norte-americana. Na altura o cineasta, declarou-se culpado e recebeu ordem de detenção por três meses, da qual cumpriu apenas 47 dias. O risco de fuga tem sido, aliás, o argumento invocado pela justiça para rejeitar os pedidos de libertação provisória. Os advogados dos realizador insistem que o estado de saúde de Polanski com 76 anos de idade, inspira cuidados.