Última hora

Última hora

Abbas insiste em eleições para o início de 2010

Em leitura:

Abbas insiste em eleições para o início de 2010

Tamanho do texto Aa Aa

Mahmoud Abbas insiste na convocação de eleições para Janeiro. O presidente da autoridade palestiniana acredita na reconciliação entre Fatah e Hamas mas, depois do que considera um esforço falhado nas negociações conduzidas pelo Egipto, quer avançar para o acto eleitoral.

Abbas explicou que a lei constitucional vai continuar a ser aplicada e que as negociações com vista à reconciliação vão prosseguir com base na legitimidade internacional. O Hamas rejeita a concretização de eleições e diz-se preparado para a co-existência de territórios separados dentro da Palestina. Um membro da organização afirma que consideram esta decisão como uma aceitação das pressões americanas e israelitas. E acrescenta que as eleições devem fazer parte de um processo de reconciliação e não ser uma alternativa. A tensão em torno da questão palestiniana tem crescido. Em 2007, Israel e palestinianos envolveram-se em confrontos que provocaram uma crise humanitária sem precedentes. Por outro lado as divergências que separaram Fatah e Hamas acabaram por dar vantagem ao segundo. Em 2006 o Hamas conquistou a maioria dos assentos no parlamento, deixando para trás o Fatah, anteriormente no poder. O resultado foi mais tensão interna entre as duas facções. O Hamas contesta a legitimidade de Mahmoud Abbas, enquanto o presidente da autoridade palestiniana decretou a ilegalidade desta organização.