Última hora

Última hora

Alemanha: Acordo de coligação prevê redução fiscal de 24 mil milhões de euros

Em leitura:

Alemanha: Acordo de coligação prevê redução fiscal de 24 mil milhões de euros

Tamanho do texto Aa Aa

O novo executivo alemão é apresentado hoje em Berlim.

A chanceler alemã e o líder dos liberais chegaram a acordo sobre o programa de governo, que inclui uma redução da carga fiscal em 24 mil milhões de euros. Segundo os media alemães, os primeiros ministérios estão definidos. O líder do FDP, Guido Westerwelle de 47 anos fica com a pasta dos Negócios Estrangeiros. Menos previsível foi a escolha de Wolfgang Schäuble para ministro das Finanças. O veterano da política alemã de 67 anos criticou a redução de impostos prometida pela chanceler durante a campanha. O ex-ministro da economia recusou a pasta das Finanças. Karl Thedor zu Guttenberg é visto como uma das estrelas ascendentes em Berlim e deverá ser o próximo ministro da Defesa. Franz Josef Jung deverá permanecer no governo, troca a pasta da Defesa pela do Trabalho. Aos 36 anos, o liberal Philip Roesler poderá ser o próximo ministro da Saúde e uma das caras novas em Berlim.