Última hora

Última hora

Italianos elegem líder da oposição

Em leitura:

Italianos elegem líder da oposição

Tamanho do texto Aa Aa

O principal partido da oposição em Itália procura um líder.

O Partido Democrático organiza primárias este domingo. As eleições são abertas. Todos os cidadãos italianos ou estrangeiros com autorização de residência com mais de dezasseis anos podem votar. Mas os três candidatos foram pré-seleccionados pelos militantes. O ex-comunista Pierluigi Bersani tem o apoio interno do partido e dos sindicatos. O ex-ministro da economia centrou a campanha no problema do desemprego. Bersani afirma que “o trabalho é o principal problema para os italianos” e por isso o partido deve centrar-se na questão laboral. Dario Franceschini lidera o Partido Democrático desde a demissão de Walter Veltroni, o candidato derrotado nas legislativas. O advogado de 51 anos que iniciou a carreira política na Democracia Cristã defende uma aproximação ao centro. Na pré-selecção, Franceschini obteve 36% dos votos. O candidato menos votado é uma cara nova. Ignazio Marino, cirurgião de 54 anos, representa a corrente laica do partido. Para já o principal desafio do partido é mobilizar os eleitores. Depois das eleições, vem o mais difícil, tirar o lugar a Silvio Berlusconi que apesar dos escândalos continua a ser o líder favorito dos italianos.