Última hora

Última hora

Esquerda uruguaia incapaz de garantir presidência na primeira-volta

Em leitura:

Esquerda uruguaia incapaz de garantir presidência na primeira-volta

Tamanho do texto Aa Aa

A esquerda ganhou as eleições gerais no Uruguai mas perdeu terreno para a direita. E o sufrágio para as presidenciais só vai ficar decidido a 29 de Novembro quando se realizar a segunda volta.

O senador José Mujica pode tornar-se no próximo presidente do Uruguai. Para alcançar a vitória tem que convencer mais de cinquenta por cento dos eleitores, o que não conseguiu agora por uma escassa margem. Por isso declarou que os próximos trinta dias serão “dias de luta, mas não de ódio. Dias de luta entre compatriotas.” Com cerca de 30 por cento dos votos expressos, Luis Alberto Lacalle ganhou o direito de participar na segunda volta e tentar regressar à presidência. O candidato liberal do Partido Nacional ganhou um aliado de peso e tem boas hipóteses de vencer a contenda. É que o candidato do Partido Colorado, Pedro Bordaberry, filho do ditador que dirigiu o país entre 1973 e 1976, já manifestou o seu apoio pessoal. Para complicar mais as contas, os dois partidos de direita conseguiram roubar a maioria absoluta à Frente Ampla da Esquerda no parlamento e empatar o número de mandatos no senado.