Última hora

Última hora

Jacques Chirac não escapa à justiça francesa

Em leitura:

Jacques Chirac não escapa à justiça francesa

Tamanho do texto Aa Aa

Jacques Chirac vai ter que se explicar na barra dos tribunais. A decisão foi tomada pela juíza de instrução Xavière Simeoni, esta manhã.

O ex-Presidente da República francês vai ser julgado pelo chamado caso dos empregos fictícios na Câmara de Paris. O caso remonta ao período em que era presidente da Câmara da capital francesa entre 1977 e 1995. Jacques Chirac foi formalmente acusado no dia 21 de Novembro de 2007 por “desvio de fundos públicos” e por ter contratado pessoas próximas do seu partido na altura, o RPR, para cargos na edilidade. Trata-se da primeira vez que um presidente francês comparece perante um colectivo de juízes. Os magistrados não aceitaram o pedido de arquivamento do processo feito pelo Ministério Público. O antigo chefe de Estado, agora com 76 anos, sempre defendeu que as contratações das pessoas em causa eram “tão legítimas quanto necessárias” para o bom funcionamento da câmara. Em 2007, Chirac saiu do Palácio do Eliseu e lá deixou a imunidade presidencial. Dois anos depois vai voltar a ter que se defender, mas desta vez não será perante as câmaras de televisão, mas na barra dos tribunais.