Última hora

Última hora

Reacções mistas às acusações contra Chirac

Em leitura:

Reacções mistas às acusações contra Chirac

Tamanho do texto Aa Aa

Nos meios políticos franceses, foram diversas as reacções à chamada do antigo chefe de Estado Jacques Chirac perante a Justiça.

“Acho que é terrível e patético que se arraste desta maneira um presidente do nosso país perante os tribunais por factos que ocorreram há tanto tempo. Fico triste pelo meu país”, afirmou Edwige Antier, membro da UMP. Por seu lado, o socialista François Hollande declarou que “há um mal-estar. A vários níveis…mal estar por ver o antigo presidente da República colocado perante uma situação inédita, e depois, há um mal-estar pelos factos remontarem há muito”. “A um dado momento é preciso que haja explicações, senão estamos numa república das bananas. Portanto oiço os gritos de indignação que são lançados por alguns. Sim, é normal que Chirac se explique”, defendeu Gironde Noël Mamère, um deputado dos verdes. A classe política francesa está dividida em relação a este caso. Por um lado porque as alegadas irregularidades cometidas pelo presidente terão tido lugar há demasiado tempo. Por outro porque, em princípio, todos os cidadãos, independentemente do cargo ou posição que ocupem, são iguais aos olhos da justiça.