Última hora

Última hora

Contribuintes britânicos injectam 31,3 mil milhões de libras na banca do país.

Em leitura:

Contribuintes britânicos injectam 31,3 mil milhões de libras na banca do país.

Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido anunciou uma nova intervenção na banca do país.

Desta vez a factura ascende a 31,3 mil milhões de libras o equivalente a 35 mil milhões de euros com o Royal Bank of Scotland a receber a maior fatia, com 28,3 mil milhões. O banco comprometeu-se ainda a vender alguns dos seus activos. Por sua vez, o Lloyds vai receber uma injecção estatal de 6,4 mil milhões de euros e anunciou um aumento de capital de 23,3 mil milhões de euros para evitar passar a ser controlado pelo Governo. O ministro das finanças britânico Alistar Darling considera que tanto o Lloyds como o RBS “ficam numa posição muito mais favorável para continuar a fazer empréstimos”. “O Lloys vai aumentar essa capacidade ( de mepréstimo) neste e no próximo ano em 11 mil milhões de libras para empresas e em 3 mil milhões de libras para a compra de habitações. O RBS continuará a honrar os seus compromissos de empréstimo de 25 mil milhões de libras neste e no próximo ano, tal como foi indicado este ano”, afirmou Darling. Entretanto o HSBC anunciou que vai suprimir mais de 1.700 empregos. O banco que emprega 40.000 pessoas em sua rede britânica explica que este processo faz parte de uma reestruturação da gerência da rede de agências e das operações com cartões bancários.