Última hora

Última hora

Identidade em discussão: O que é ser-se francês?

Em leitura:

Identidade em discussão: O que é ser-se francês?

Tamanho do texto Aa Aa

Foi com esta pergunta que o Governo de Nicolas Sarkozy lançou o grande debate em França em torno da identidade nacional.

Sarkozy, durante a campanha à presidência, há dois anos, afirmou que não tinha intenção de deixar à extrema direita o monopólio da identidade nacional. O líder da UMP na Assembleia nacional francesa afirma que “o objectivo é reconciliar os que vivem de forma diferente. Uns na cidade, outros nas aldeias, os que são jovens e os que são velhos, mulheres versus homens, especialmente no que diz respeito às questões económicas, e claro, as questões da integração dos imigrantes. Todos esses temas relacionam-se com a mesma questão: o que significa ser francês hoje em dia?” Sarkozy recupera agora o tema e coloca Eric Besson, antigo dirigente socialista e actual Ministro da Imigração e Identidade à cabeça do projecto. Um sítio na internet lança o mote do que vai ser o debate nacional. Para este investigador, “ao surgir nesta altura em França, esta questão está relacionada com a crise económica. Quando o caminho se torna difícil, durante uma crise, as questões identitárias aparecem”. O objectivo é descobrir, aprender e estimular o que é realmente francês numa França com mais de oito milhões de imigrantes, o que representa uns 13 por cento da população. Conhecer o hino nacional é muitas vezes visto como um dos sinais mais imediatos quando se fala de uma identidade colectiva…