Última hora

Última hora

Karadzic vai ocupar cadeira vazia no TPI

Em leitura:

Karadzic vai ocupar cadeira vazia no TPI

Tamanho do texto Aa Aa

Radovan Karadzic vai comparecer hoje pela primeira vez no Tribunal Penal Internacional (TPI) desde o início do seu julgamento na semana passada.

Oficialmente o antigo líder político dos sérvios da Bósnia deverá deslocar-se a Haia apenas para debater temas relacionados com a defesa que assume sozinho, depois de ter voltado a boicotar ontem a audiência. Foi frente a uma cadeira vazia que a acusação lembrou a responsabilidade de Karadzic no massacre de 8 mil muçulmanos em 1995 na aldeia de Srebrenica. Segundo o procurador do TPI, “os prisioneiros foram transferidos de Bratinac para uma instalação provisória em Zvornik antes de serem executados. Durante 72 horas foram todos assassinados, à excepção de um punhado de sobreviventes por milagre. Tiveram que esperar horas entre pilhas de cadáveres antes de poderem escapar”. A acusação forneceu ainda provas de que Karadzic teria castigado os militares sérvios por terem deixado escapar alguns sobreviventes. No total, o ex.presidente da república sérvia da Bósnia é acusado de 11 crimes de guerra e crimes contra a humanidade levados a cabo entre 1992 e 1995.