Última hora

Última hora

Polónia pede ajuda à UE para combater contaminação trans-nacional com gripe A vinda da Ucrânia

Em leitura:

Polónia pede ajuda à UE para combater contaminação trans-nacional com gripe A vinda da Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

As infecções com o vírus H1N1 estão a atravessar as fronteiras da Urcrânia.

O primeiro-ministro da Polónia, país vizinho, pediu à União Europeia para agir em nome do controlo da pandemia. Donald Tusk sugere que Bruxelas “medidas urgente em nome do interesse ucraniano e também da União”. Os países limítrofes à Ucrânia desdobram-se com a tomada de medidas de prevenção. Vários governos ordenaram um controlo rigoroso, com restrições à circulação nas áreas fronteiriças. A Roménia e a Eslováquia aumentaram os níveis de alerta para evitar contágios. Entre elas, desaconselham-se deslocações de cidadãos nacionais à Ucrânia, país que regista cerca de 250 mil contaminadas com o vírus. De acordo com dados oficiais, 15 mil dessas 250 mil pessoas contaminadas estão hospitalizadas e são quase 70 os mortos devido à Gripe A. Entretanto a produção de máscaras de protecção contra a gripe disparou.