Última hora

Última hora

Crise na Roménia: parlamento rejeitou primeiro-ministro indigidato pelo Presidente

Em leitura:

Crise na Roménia: parlamento rejeitou primeiro-ministro indigidato pelo Presidente

Tamanho do texto Aa Aa

A crise que se instalou na Roménia em Outubro agravou-se.

O parlamento rejeitou esta quarta-feira Lucian Croitoru como primeiro-ministro indigitado pelo chefe de Estado, Traian Basescu. A maioria parlamentar, da oposição, formada por sociais democratas, liberais e nacionalistas, impediu a tomada de posso de Croitoru, um economista independente que tinha por missão formar um governo após a queda do Executivo de centro-direita devido a uma moção de censura votada a 13 de Outubro. Com a rejeição, a Roménia corre o perigo de não receber o crédito internacional de 20 mil milhões de euros que contraíu em Março passado junto do Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Mundial, já que estes organismos não têm com quem negociar. O presdiente tem agora de apresentar um outro nome ou convocar novas eleições legislativas antecipadas.