Última hora

Última hora

Enviado americano a Myanmar: uma rara visita que pode abrir portas

Em leitura:

Enviado americano a Myanmar: uma rara visita que pode abrir portas

Tamanho do texto Aa Aa

O enviado do presidente norte-americano a Myanmar, Kurt Campbell, tornou-se no primeiro alto quadro da administração americana a visitar o país em 14 anos.

O número dois da Diplomacia da Casa Branca encontrou-se com a Nobel da Paz e líder da oposição Aun San Suu Kyu. O encontro aconteceu num hotel perto da resdiência onde a líder está confinada, em prisão domiciliária, há quase vinte anos. O membro da Liga Nacional para a Democracia e também advogado de Suu Kyi, afirmou que no encontro foi discutida a Constituição de 2008 e sublinhada a necessidade de todos os partidos políticos poderem participar de forma livre nas eleições. O enviado americano também se encontrou com o primeiro-ministro de Myanmar e com elementos da junta, mas não conseguiu audiência como general Than Shwe, que de facto, detém o poder no país. Myanmar quer ver as sanções impostas pelo Ocidente anuladas e os Estados Unidos, desde Setembro que tentam melhorar o diálogo directo com, a junta militar, no poder desde 1962. A oposição liderada por Suu Kyi venceu as eleições em 1990, mas a junta nunca reconheceu a derrota.