Última hora

Última hora

Opel: Alemanha pede devolução de ajudas estatais

Em leitura:

Opel: Alemanha pede devolução de ajudas estatais

Tamanho do texto Aa Aa

O executivo germânico lamenta a decisão do gigante norte-americano e pede à Opel que devolva, até ao final do mês, as ajudas estatais que recebeu.

O anúncio da General Motors põe fim a uma maratona negocial iniciada há cinco meses. Os sindicatos mostram-se desiludidos e apontam o dedo à Chanceller alemã, Angela Merkel, que acusam ter forçado, em plena camapnha eleitoral, um acordo com a Magna. A Opel emprega na Europa mais de 50.000 trabalhadores distribuídos por seis países. Espanha e Bélgica são dois dos mais críticos. O governo alemão nunca escondeu a preferência pela proposta da fabricante austríaco-canadiana. Também os trabalhadores da Opel temiam, que um eventual acordo com a Fiat resultasse na supressão de milhares de postos de trabalho. A Magna acabou por vencer a corrida à Opel depois de ter batido na final a construtora italiana.