Última hora

Última hora

Polícia afegão na origem de ataque contra soldados britânicos

Em leitura:

Polícia afegão na origem de ataque contra soldados britânicos

Tamanho do texto Aa Aa

Dois dias depois da reeleição de Hamid Karzai, a violência continua a fazer parte do dia-a-dia das tropas estrangeiras no Afeganistão.

Um agente da polícia afegã abriu ontem fogo sobre cinco militares britânicos, à passagem de um posto de controlo na província de Helmand. O acto, aparentemente deliberado, provocou a morte dos três soldados e dois polícias britânicos. O responsável do contingente britânico afirma que, “as informações que tivemos sobre o que se passou ontem apontam para um ataque deliberado. Estamos a recorrer a todos os meios para encontrar este indíviduo assim como os seus cúmplices”. O governo afegão e as forças da NATO abriram uma investigação ao incidente em Helmand, uma das zonas mais perigosas do Afeganistão e base das tropas britânicas. O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, lamentou hoje no Parlamento a morte dos 5 soldados, “é uma perda trágica e quero homenageá-los, em nome do Parlamento, pelo seu profissionalismo e coragem”. O ataque ocorre dois dias depois da reeleição do presidente Hamid Karzai, após a anulação da segunda volta das presidenciais afegãs. O seu principal opositor, Abdullah Abdullah voltou hoje a contestar a legitimidade do presidente e a legalidade do sufrágio. O ex-candidato rejeitou os apelos da comunidade internacional e da ONU para que fosse formado um Governo de Unidade Nacional.