Última hora

Última hora

Onu retira pesssoal do Afeganistão

Em leitura:

Onu retira pesssoal do Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

A ONU vai reduzir para metade os seus efectivos no Afeganistão.

A decisão foi tomada depois de constatado o défice de segurança. Estão no país 1.200 quadros da ONU. Mas a organização sente a ameaça dos talibãs e, por essa razão, vai repatriar metade deles. O acidente mais próximo foi o ataque a uma residência que acabou por matar cinco funcionários, em Cabul. Esta semana, outro ataque desferido por um talibã, infiltrado na polícia matou cinco soldados britânicos e feriu mais seis e dois polícias afegãos. Mas acção da ONU vai continuar, como garante Kai Eide, representante espcial: “Queremos deixar uma mensagem muito clara – o nosso trabalho vai continuar no Afeganistão. A situação da segurança agravou-se. Tomámos algumas medidas para a reforçar gradualmente. Mas temos constatado que a situação está mais difícil. Queremos fazer mais e esse é o meu ponto de vista, é uma forma responsável de afastar as pessoas temporariamente, para que depois possam voltar e possam fazer o seu trabalho”. As autoridades admitem que os talibãs tenham infiltrado homens seus na polícia. As suspeitas avolumam-se e, como consequência, a confiança nas forças de segurança está agora fortemente abalada. Também a população manifesta a sua crescente desconfiança, em relação à polícia.