Última hora

Última hora

Líbano: oposição aceita integrar governo de Hariri

Em leitura:

Líbano: oposição aceita integrar governo de Hariri

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição encabeçada pelo Hezbollah aceitou integrar o governo de unidade nacional no Líbano.

Encarregado em Setembro pelo presidente Michel Sleimane de formar um novo executivo, o primeiro-ministro designado Rafic Hariri – apoiado pelos Estados Unidos e pela Arábia Saudita – conduzia há cinco meses as difíceis negociações com o campo rival, apoiado pela Síria. A aproximação recente entre sauditas e sírios contribuiu para ultrapassar as divergências em Beirute. O novo governo deverá incluir 15 ministros da coligação de Hariri, 5 nomeados pelo presidente Sleimane e 10 da oposição – nomeadamente do Hezbollah, do campo cristão-maronita de Michel Aoun e da formação xiita do presidente do Parlamento, Nabih Berri.