Última hora

Última hora

Berlim volta a "derrubar" o Muro

Em leitura:

Berlim volta a "derrubar" o Muro

Tamanho do texto Aa Aa

O ponto alto das comemorações da queda do Muro de Berlim será a derrocada de um muro de dominós de um quilómetro e meio de comprimento, instalado no traçado onde, ainda há 20 anos, existia o muro que dividia a Europa.

Um acto simbólico, esperado por milhares de pessoas na capital alemã. Para quem viveu do outro lado, o momento é muito especial. Uma mulher conta que o seu irmão fugiu da Alemanha democrática em 1983, por isso o dia 9 de Novembro foi muito importante porque puderam encontrá-lo logo no dia 10. O muro das comemorações estende-se ao longo dos edifícios mais emblemáticos de Berlim como a Porta de Brandeburgo e o Reichstag. 15 mil pessoas do mundo inteiro participaram nesta criação; a prova de que a humanidade pode derrubar todas as barreiras à liberdade e fraternidade. As cerimónias em Berlim culminam com uma festa diplomática e popular, com representantes dos vinte sete países da União Europeia, alargada graças à queda do muro.