Última hora

Última hora

Novo governo de unidade nacional no Líbano

Em leitura:

Novo governo de unidade nacional no Líbano

Tamanho do texto Aa Aa

Após vários meses de impasse, o primeiro-ministro libanês Saad al-Hariri anunciou na segunda-feira a composição do novo executivo.

O anúncio teve lugar após um encontro com o presidente Michel Suleiman. De seguida Saad Hariri deslocou-se ao túmulo do seu pai, Rafik Hariri. O primeiro-ministro libanês afirma que o novo executivo poderá evocar divisões políticas e sectárias mas que é preciso agora mostrar ao mundo que do ponto de vista libanês, trata-se de uma imagem realista de acordo nacional. A primeira sessão do Conselho de Ministros tem lugar esta terça-feira. A sua tarefa é elaborar um programa de governo. Nas ruas as opiniões divergem. Uns esperam que a partir de agora haja mais estabilidade. Para outros não houve progressos. Há quem sugira que nada vai mudar. Dos 30 ministros, 15 pertencem à maioria, apoiada pelos Estados Unidos e Arábia Saudita, 10 provêm da minoria, suportada pelo Irão e Síria, e os restantes 5 ministros foram escolhidos pelo presidente. Segundo esta composição nenhuma das partes tem direito de veto.

O Hezbollah encontra-se igualmente representado no executivo contando com duas pastas.