Última hora

Última hora

Reunião discreta para falar do Médio Oriente

Em leitura:

Reunião discreta para falar do Médio Oriente

Tamanho do texto Aa Aa

Foi um encontro à porta fechada de apenas 40 minutos em Washington e longe dos jornalistas.

Barack Obama e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu reuniram-se para discutir uma forma de retomar as estagnadas negociações de paz no Oriente Médio Oriente. Pouco antes da reunião a Casa Branca reiterou que quer a interrupção das construções judaicas na Cisjordânia. Uma posição mais clara que surge depois de Mahamud Abbas ter anunciado que não irá candidatar-se à eleição palestiniana de 24 de Janeiro alegando não dispor do apoio dos Estados Unidos. Em Otubro uma proposta de Netanyahu sugeria limitar, não parar, a expansão dos colonatos. Desde sua chegada à Casa Branca, Obama tem insistido para que Israel ponha fim a estas construções como sinal de boa vontade. Os palestinianos recusam sentar-se à mesa das negociações enquanto a expansão dos colonatos se mantiver.