Última hora

Última hora

Chacón denuncia ligações entre empresas europeias e piratas somalis

Em leitura:

Chacón denuncia ligações entre empresas europeias e piratas somalis

Tamanho do texto Aa Aa

Espanha pede à comunidade internacional para que acabe com o pagamento de resgates aos piratas somalis.

Numa entrevista concedida à rádio pública, a ministra da Defesa aponta o dedo a firmas de advogados britânicas. Empresas, que segundo Carme Chacón têm ligações com os piratas. A titular da pasta considera que para resolver o problema é necessário seguir o rasto dinheiro e cortar o mal pela raiz: “A comunidade internacional tem de acabar com a fonte de rendimento dos piratas oriunda de resgates, mas também, e insisto, com os pagamentos feitos por algumas empresas europeias. Tudo isto deve ser controlado e eliminado.” Chacón anunciou, entretanto, que vai pedir à União Europeia para que bloqueie os portos somalis. Esta quarta-feira, os piratas capturaram mais três embarcações, entre elas um navio mercante grego, a noroeste das Seychelles. A bordo seguiam três gregos e 19 filipinos. Da lista de embarcações sequestradas – 12 no total – faz parte um barco de pesca espanhol. Os piratas ameaçam executar a tripulação, em troca pedem um resgate e a libertação de dois somalis Madrid garante que não vai negociar.