Última hora

Última hora

Rússia ameaça cortar gás à Europa

Em leitura:

Rússia ameaça cortar gás à Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia e a Áustria estão empenhadas em terminar rapidamente a construção do novo gasoduto South Stream que vai servir a Europa.

Este é um dos projectos alternativos à actual passagem do gás pela Ucrânia. Durante o encontro, Vladimir Putin ameaçou cortar o fornecimento à Europa face à dívida de Kiev com Moscovo, pelo consumo interno. “Se os nossos parceiros nos pagarem pelo consumo doméstico vão receber por esse consumo. Se não ajudarem a Ucrânia a pagar pelo consumo interno, eles não o recebem. Se não o receberem então é porque ele está a ser desviado. E se dermos conta disso cortaremos o fornecimento” avisou o primeiro ministro russo. Através da Ucrânia transita 80% do gás que a união Europeia recebe da Rússia, um quarto do consumo total. No início do ano, Moscovo interrompeu o fornecimento de gás a Kiev e alguns países dos 27 foram afectados. A primeira-ministra ucraniana, Iúlia Timochenko, reagiu: “Podemos garantir – caso se mantenha a cooperação – não há nada que nos impeça de cumprir com as nossas obrigações no transporte de gás à União europeia. Isto vai ser rigorosamente revisto nos contratos. Assim como não queremos quebrar com as nossas obrigações com a Rússia, no pagamento pelo consumo do gás natural.” A Ucrânia pretende pagar a dívida do recurso energético russo assim que o Fundo Monetário Internacional levante a suspensão do pedido de ajuda calculado em 3,8 milhões de dólares.