Última hora

Última hora

Vencedora Prémio Goncourt critica Sarkozy

Em leitura:

Vencedora Prémio Goncourt critica Sarkozy

Tamanho do texto Aa Aa

Criticas violentas contra o governo de Nicolas Sarkozy vindas da romancista vencedora do Goncourt 2009 provoca polémica em França.

Marie NDiaye, de origem senegalesa, denuncia a politica do governo como monstruosa. NDyai diz ter deixado a França por causa da eleição do actual presidente. É o deputado do UMP, Eric Raoult, que defende o chefe de estado: “Quando se diz que a França de Nicolas Sarkozy é monstruosa e que se diz que a direita é a morte é muito grave. Creio de o direito à liberdade de expressão não é o direito à liberdade de agressão. O deputado do partido do presisdente defende que os escritores galardoados com este prémio devem ser submetidos a “ um dever de reserva”, ideia contestada de imediato pelo academia do Prémio Goncourt. “O dever de reserva para os escritores não existe, nunca existiu num pais democratico, nunca existirá” disse Bernard Pivot Instado a pronunciar-se sobre as afirmações da romancista o ministro da Cultura, Frederic Miterrand declarou que não irá intervir na poléimca.