Última hora

Última hora

Pasqua envolve Chirac e de Villepin no caso Angola Gate

Em leitura:

Pasqua envolve Chirac e de Villepin no caso Angola Gate

Tamanho do texto Aa Aa

Charles Pasqua acusa Jacques Chirac e Dominic de Villepin de estarem envolvidos no Angola Gate.

O antigo ministro francês do Interior diz que os dois governantes sabiam da venda ilegal de armas ao Governo angolano e não tomaram qualquer medida para impedir o negócio. Pasqua denuncia os antigos aliados depois de ter sido condenado a três anos de pena suspensa e a uma multa de 100.000 euros, por ter recebido dinheiro e pelo papel que teve na venda de armas desafiando um embargo das Nações Unidas. “ Agora que a justiça estima que essas vendas de armas são ilegais as autoridades, que estão ao corrente, nada fizeram para impedir essas operações e porque nesse caso não são elas acusadas de cumplicidade?”, disse. Para além de Chirac, que também responde por um caso de corrupção, e de de Villepin, que aguarda a sentença do caso Clear Stream, Pasqua mencionou uma série de outros dirigentes de topo do antigo Governo centro-direita. O caso Angola Gate diz respeito à venda de armas no valor de 790 milhões de dólares ao MPLA na década de 90. A guerra civil angolana acabou com a morte do líder da UNITA Jonas Savimbi em 2002.