Última hora

Última hora

Lotação esgotada em Hanover para o último adeus a Robert Enke

Em leitura:

Lotação esgotada em Hanover para o último adeus a Robert Enke

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 40 mil pessoas prestaram homenagem ao carismático guarda-redes da selecção alemã, que se suicidou no início do mês, sucumbindo a uma profunda depressão.
 
Uma cerimónia que contou com a presença de diversas personalidades, do antigo chanceler alemão Gerhard Schroeder, passando pelos jogadores da selecção nacional.
 
Vários clubes por onde passou o jogador, como o Benfica ou o Barcelona, enviaram também representantes a Hanover.
 
Enke que foi oito vezes titular da “Manschaft” deveria voltar a defender a grande área germânica durante o mundial de 2010.
 
O jogador lançou-se à linha de comboio no dia 10 de Novembro, deixando uma carta onde pedia desculpas à família e amigos por ter ocultado uma grave depressão.
 
Desde 2006 que o jogador não conseguia ultrapassar a morte da filha de dois anos.
 
No exterior do estádio de Hanover, milhares de pessoas acompanharam a cerimónia retransmitida em directo pela televisão.
 
Uma admiradora do jogador da equipa da cidade afirma que foi emocionante quando projectaram nos ecrãs a frase: agora podes abraçar a tua filha.
 
Desde a morte do chanceler Adenauer, há 40 anos, que uma cerimónia fúnebre não mobilizava milhares de pessoas na Alemanha.
 
O funeral decorreu esta tarde em privado na cidade de Neustadt, nos arredores de Hanover.