Última hora

Última hora

Diplomacia europeia: Ursula Plassnik, europeísta convicta

Em leitura:

Diplomacia europeia: Ursula Plassnik, europeísta convicta

Tamanho do texto Aa Aa

Aos 53 anos, Ursula Plassnik é uma forte candidata ao cargo de Alto Representante da União para a Política Externa. A ex-chefe da diplomacia austríaca, conservadora, é uma iminente figura pró-europeia num país onde os eurocépticos ganham terreno.

Plassnik surgiu na cena europeia em 2004 quando sucedeu a Benita Ferrero-Waldner na diplomacia austríaca, mas ao longo dos anos tentou manter-se na sombra do mentor o ex-chanceler Wolfgang Schussel. Em Dezembro último demitiu-se em protesto contra a campanha dos sociais-democratas, actualmente no poder, a favor de um referendo sobre o tratado de Lisboa. Diplomata de carreira, Ursula Plassnik é uma das poucas mulheres na corrida à sucessão de Javier Solana, obrigado a sair de cena.