Última hora

Última hora

Estados Unidos "consternados" por decisão de Israel

Em leitura:

Estados Unidos "consternados" por decisão de Israel

Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade internacional está desiludida com Israel.

Estados Unidos mostraram-se “consternados” com a autorização dada pelas autoridades israelitas à expansão do colonato de Gilo e acusam o estado hebraico de complicar o relançamento dos esforços de paz com os palestinianos. As 900 novas habitações vão ser construidas em Jerusalém Oriental, no bairro de Gilo, situado em território palestiniano ocupado por Israel na guerra de 1967. Aqui já vivem 40 mil isarelitas. O primeiro-ministro Benjamim Nethanyahu recusa-se a ver as construções como um colonato e considera o local apenas mais um bairro da capital. Depois de 11 meses de bloqueio nas negociações de paz, Mahmud Abbas, presidente da Autoridade Palestiniana vai pedir ao Conselho de Segurança da ONU para que reconheça um Estado independente palestiniano. Um passo que não é unilateral, diz Abbas, já que reúne o apoio de todos os Estados árabes. Por seu lado, a União Europeia manteve-se à margem e afirma ser prematuro o reconhecimento do estado palestiniano. Javier Solana diz ser um processo que deve ser levado com calma, no momento apropriado. “Creio que hoje ninguém quer falar desta questão”, declarou. Os palestinianos, esses, querem falar do tema. Centenas de pessoas juntaram-se esta semana em Gaza para reclamar a independência.