Última hora

Última hora

Ásia lidera a retoma

Em leitura:

Ásia lidera a retoma

Tamanho do texto Aa Aa

A Ásia está a emergir da mais grave crise económica, dos últimos 60 anos – é a OCDE quem o diz.

Mas a retoma será travada pelos elevados níveis de desemprego e pela dívida dos países industrializados. Há indicadores positivos que permitem concluir que o pior já passou. Para 2010, a OCDE prevê um crescimento da economia norte-americana de 2,5 por cento, podendo atingir os 2,8, no ano seguinte. Na Europa, as previsões são mais cautelosas: 0,9 em 2010 e um salto para 1.7, em 2011. Mais lenta a recuperação na Europa. O Japão vai chegar, no próximo ano, aos 1,8 por cento e 2 por cento, em 2011. Na China, a realidade é outra: 10,2 em 2010, mas com uma pequena retracção em 2011, caindo para os 9.3 Até 2010, a OCDE não vê necessidade de mexer nas taxas de juro, porque a pressão inflacionista é nula. No próximo ano, tanto a Reserva Federal Norte-americana, como o Banco Central Europeu, devem reavaliar a questão. As economias ocidentais terão mesmo de aumentar gradualmente as taxas de juro. Tal como devem reduzir os défices orçamentais. Se for preciso, com recurso a algumas medidas radicais – aconselha a OCDE.