Última hora

Última hora

França aposta no investimento público

Em leitura:

França aposta no investimento público

Tamanho do texto Aa Aa

Está nas mãos de Nicolas Sarkozy um plano de investimento público avaliado em 35 mil milhões de euros, para relançar a economia francesa.

Tem a assinatura de dois antigos primeiros-ministros, o conservador Allan Juppé o socialista Michel Rocard. Esta quinta-feira, eles foram ao Eliseu entregar o seu estudo a Nicolas Sarkozy. O financiamento deve ser obtido, junto do mercado, defende Allain Juppé: “Este grande plano de investimento, financiado por um empréstimo, deve ser acompanhado, de uma esforço continuado de contenção das finanças públicas” O PS, pela voz de Benoît Hamon, ja reagiu, lamentando o facilitismo fiscal anterior: “É necessário um empréstimo hoje, para preparar o futuro. Teria sido muito simples fazê-lo, mais cedo, com os meios do Estado, se não se tivesse criado o tecto fiscal e acabado com a tributação das horas suplementares, e ainda o que foi um presente ao sector dos restaurantes, com a redução da taxa de IVA” O plano divide-se em sete grandes eixos. As universidades e a investigação absorvem quase metade, com uma fatia de 16 mil milhões de euros. O desenvolvimento regional é premiado com 4 mil milhões e as energias não poluentes, com 3.5. A economia digital e as ciências da vida ficam com uma tranche de 2 mil milhões, cada. O plano prevê ainda 1,5 mil milhões para facilitar o acesso das pequenas e médias empresas ao crédito.