Última hora

Última hora

Durão Barroso: escolha de Catherine Ashton pode aproximar o Reino Unido à Europa

Em leitura:

Durão Barroso: escolha de Catherine Ashton pode aproximar o Reino Unido à Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A escolha de Catherine Ashton para a diplomacia europeia não foi unânime. São muitos os que lembram que a britânica vem de um país pouco euro-entusiasta, que colocou diversos entraves à criação do cargo que Ashton vai agora ocupar.

À saída da conferência de imprensa, o jornalista da Euronews perguntou a Ashton como se sentia por vir de um país que não queria definir o seu cargo como Ministro dos Negócios Estrangeiros. “Bem, chama-se Alto Representante, isso diz tudo”, disse Catherine Ashton. O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, mostrou-se satisfeito com a escolha, que pode aproximar o Reino Unido à Europa. “Ela tem a cara da Europa: é membro da Comissão Europeia e para mim isso é muito mais importante que ser ministra num governo nacional”, declarou Barroso. O primeiro-ministro britânico, que perdeu a aposta para a presidência da UE com Tony Blair, espera servir os interesses do seu país com a ajuda de Ashton. “Tinha duas prioridades: a primeira era proteger e promover o interesse nacional britânico e a segunda era demonstrar que a posição da Grã-Bretanha no coração da Europa está reforçada, para avançar com força de forma a beneficiar o povo britânico”, afirmou Gordon Brown.