Última hora

Em leitura:

Líderes mundiais congratulam-se com a nomeação de Van Rompuy


A redação de Bruxelas

Líderes mundiais congratulam-se com a nomeação de Van Rompuy

A partir de agora, Barack Obama já sabe a quem deve ligar, quando quiser falar com a Europa. A famosa dúvida de Henry Kissinger está finalmente resolvida.

Vindo da China e da Coreia do Sul, o presidente norte-americano felicitou o primeiro presidente da União Europeia. Angela Merkel e Nicolas Sarkozy também se mostraram satisfeitos com a escolha. “Tivemos de tomar uma decisão. Pensámos muito para evitar que uma minoria bloqueasse a decisão. Conseguimos nomear um candidato que reúne o consenso e cujas competências políticas já foram comprovadas ao longo da sua carreira política”, afirmou a chanceler alemã. “Creio que foi uma decisão sábia escolher para primeiro presidente do Conselho um homem que vem de um dos países fundadores da União Europeia, um país importante, mas não um dos mais importantes, para que ninguém se sinta excluído do processo”, disse o presidente francês. Mas nem todos ficaram felizes com a escolha de Van Rompuy. O primeiro-ministro luxemburguês, um dos candidatos mostrou-se decepcionado com a decisão: “Em política, não temos o direito de colocar os nossos sonhos à frente de tudo.”

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

O presidente do consenso