Última hora

Última hora

Pirata

Em leitura:

Pirata

Tamanho do texto Aa Aa

Os 16 tripulantes espanhóis do Alakrana chegaram a Madrid abordo de um avião da força aérea proveniente das ilhas Seychelles que também transportou alguns familiares.
 
Um chegada discreta à base de Torrejón, nos arredores da capital, a pedido das famílias dos ex-reféns.
 
O atuneiro foi libertado na terça-feira depois de 47 dias de sequestro por piratas somalis durante o qual a tripulação foi mal tratada.
 
Os piratas dizem ter libertado os pescadores após a negociação de um resgate de quatro milhões de dólares, uma soma que Madrid ainda não confirmou.
 
A proliferação de actos de pirataria ao largo da Somália continua a inquietar dirigentes mundiais.
 
A Rússia propôs a criação de um tribunal penal internacional para julgar os piratas que, face às leis actuais, são devolvidos aos seus países de origem depois de capturados.