Última hora

Última hora

Eleições presidenciais na Roménia: o naufrágio do homem do leme?

Em leitura:

Eleições presidenciais na Roménia: o naufrágio do homem do leme?

Tamanho do texto Aa Aa

Os eleitores romenos começaram esta manhã a votar nas primeiras eleições presidenciais desde a adesão do país à União Europeia em 2007. Um escrutínio num país encalhado na crise política e na recessão.

Um cenário de naufrágio para o actual presidente e candidato à reeleição, Traian Basescu, antigo capitão da marinha mercante. O homem do leme que, segundo as sondagens, recolhe 33% de intenções de voto, não conseguiu evitar a queda de dois governos durante o seu mandato, nem concretizar as promessas de combater a corrupção no segundo país mais pobre da União Europeia. A alternativa vem da oposição social-democrata liderada pelo antigo presidente da câmara de Bucareste, Mircea Geoana, que conta com 30% de intenções de voto. O antigo embaixador romeno em Washington deverá beneficiar do descontentamento do eleitorado com o presidente cessante, embora, como ele, defenda o empréstimo de 20 mil milhões de euros por parte do FMI para recuperar as finanças do país. Em terceiro lugar nas sondagens, Crin Antonescu defende uma renegociação do acordo com o FMI, um argumento pouco popular face aos 18% de intenções de voto apontados pelas sondagens.