Última hora

Última hora

EUA: Reforma da segurança social passa primeiro teste no Senado

Em leitura:

EUA: Reforma da segurança social passa primeiro teste no Senado

Tamanho do texto Aa Aa

É uma vitória simbólica para Barack Obama. Os senadores democratas aprovaram esta noite, em bloco, a abertura do debate sobre o projecto de reforma do sistema de saúde.

Os três democratas da ala centrista que se mostravam renitentes acabaram por dar luz verde ao projecto, garantindo os 60 votos exigidos para que a proposta seja discutida no Senado. Os republicanos votaram contra as medidas que consideram despesistas, com um senador a optar pela abstenção. O plano vai ser discutido durante três semanas, a partir de dia 30 de Novembro, depois da câmara dos representantes ter adoptado a sua versão da proposta no passado dia 7. Obama terá, no entanto, de esperar pelo próximo ano para poder promulgar a nova lei devendo enfrentar-se ainda às reservas de vários senadores democratas. O plano, que constitui uma das principais promessas eleitorais do novo presidente, pretende alargar o acesso ao sistema público de saúde a 31 milhões de habitantes, até hoje sem qualquer tipo de segurança social. Uma reforma que valeu a Obama o apelido de “socialista” por parte dos meios republicanos. O investimento de 848 mil milhões de dólares pretende equilibrar um sistema de segurança social baseado até hoje nos seguros de saúde privados.