Última hora

Última hora

Reforma do sistema de saúde norte-americano passa primeiro obstáculo no Senado

Em leitura:

Reforma do sistema de saúde norte-americano passa primeiro obstáculo no Senado

Tamanho do texto Aa Aa

É uma vitória simbólica para Barack Obama.

Os senadores democratas aprovaram em bloco, a abertura do debate sobre o projecto de reforma do sistema de saúde. Com 60 votos a favor e 39 contra, o plano será agora alvo de uma intensa discussão durante três semanas, a partir de 30 de Novembro. Este é um importante avanço numa das principais promessas eleitorais do Executivo norte-americano. O vice-presidente Joe Biden reagiu com ânimo. “Esta noite desafiámos os comentadores que disseram em todos os programas de televisão, mesmo nos principais canais, durante todo o mês de Agosto, que o sistema de saúde estava morto. Ora, está vivo e de boa saúde e vai ser aprovado!”, disse. A reforma do sistema está viva, mas o mesmo se pode dizer também do movimento de oposição, que acusa o Governo de Barack Obama de querer impor um sistema socialista e aplicar aos norte-americanos uma carga fiscal maior. A opinião pública está dividida. O senador republicano Mitch McConell garante que os cidadãos estão a pedir para acabar com esta medida. “Vamos fazer tudo ao nosso alcance para que este projecto nunca se converta numa lei”, afirmou. Alargar o acesso ao sistema público de saúde a 31 milhões de pessoas é o objectivo, algo que supõe um investimento de 848 mil milhões de dólares.