Última hora

Última hora

Sobreviventes de naufrágio na Indonésia questionam segurança da embarcação

Em leitura:

Sobreviventes de naufrágio na Indonésia questionam segurança da embarcação

Tamanho do texto Aa Aa

Alívio para os passageiros resgatados do ferry que naufragou ao largo da ilha de Sumatra, no domingo. 245 pessoas foram salvas da embarcação e estão agora num centro de emergência na ilha de Karimun.

O naufrágio do Dumai Express, que fazia a ligação entre as ilhas indonésias do estreito de Malaca, fez 29 mortos e 20 pessoas continuam desaparecidas. As equipas de busca voltaram esta segunda-feira ao mar, na tentativa de encontrar mais sobreviventes. Segundo as autoridades, o ferry levava quase 300 passageiros, um número bem superior ao recomendado. A tripulação terá aceite várias pessoas sem bilhete, o que é uma prática normal na zona. Os sobreviventes questionam a segurança do ferry, que levava carga a mais. Muitos afirmam que nem sequer foram avisados que iam naufragar. O capitão do navio, por sua vez, atribui as culpas às más condições meteorológicas.